Lugares vazios cheios de você.

Sábado à noite e eu não quero fazer nada. Quando foi que eu passei a transformar sábados em domingos? Domingos são dias difíceis. Logo eu, que ultimamente tenho transformado terças em sextas, quartas em sábados e quintas em dias de ressaca, com muita água pra chegar na sexta de novo. Percebo que tem muito de você aqui, tanto na minha inquietude de querer abraçar tudo, quanto nesse momento: meio tédio, meio sossego. Eu até prefiro e gostaria de ficar em casa, acho que temos que estar muito tranquilos com nós mesmos para a cama e a TV completarem uma noite, e quem sabe um açaí. Queria mesmo continuar aqui, vivendo esse domingo em pleno sábado, mas não dá (sério, não dá), não tá cabendo eu e essa saudade no mesmo quarto. Vou me arrumar pra tentar preencher com distração esse coração que está tão vazio desde que você se foi.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s