Grito quando voltar.

Tô precisando de um pão com manteiga e um bom copo de leite com Nescau às 7 da manhã. Ou dormir até às 10 e ficar vendo desenho animado. Preciso ser 8 e 80. Preciso me apaixonar, amar, idolatrar, sentir cheiro, achar o mundo cor de rosa e ficar idiota. Mesmo porque paixão emagrece, e tô precisando! Preciso de colo, de carinho de alguém, não pra ser mais um, mas ser completo. Sei lá... Preciso  de sentir a terra, andar descalço, ouvir passarinho. Ando precisando da sinceridade de uma criança, da estranheza de um cachorro, da cumplicidade de uma senhora. Ando precisando de paz, de ficar sem limites de respirar um canto novo! Ando precisando do mundo de verdade, de pessoas com coração, de esquecer todos os problemas que insistem em ficar do meu lado, mesmo quando digo que não os tenho. Sei lá… Preciso de coisas simples, pessoas simples, aquelas contadoras de historias, que sentam em uma mesa pra tomar café da tarde e comem pão caseiro com a mão junto com um bando de criança lambuzada de bolo de chocolate. Preciso voltar a ser café com leite. Quero um dia simples, no meio do nada. Preciso de paz. Acho que vou sair, ficar fora uns dias. Sem nada, sem essa confusão. Vou me preencher e ficar inteira. E se acaso eu me encontrar eu grito quando eu voltar…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s