Primeiro do ano (simples e direto)

Não dava pra saber o que eu sentiria em um mês ou um ano. Mas eu sentia que as coisas iam mudar. Os ares, os rumos, os objetivos e até a nossa cabeça. Quando somos muito novos pensamos que não, mas mudamos o tempo todo. Não sei você, mas eu olho um pouco pra trás e penso “santo cristo, que anta eu fui!”. Mas isso acabou sendo necessário para eu chegar até aqui como eu sou hoje. E uma coisa eu posso dizer: hoje eu sou uma pessoa muito melhor do que eu já fui e devo isso a todas as experiências que vivi, sejam elas negativas ou positivas. E devo muito da minha mudança ao que a gente teve, a tudo que rolou. No calor do momento eu só via os contras, mas hoje em dia os prós falam muito mais alto que todos os atritos.
Obrigada.
Eu não entendia na época que os rompimentos podem nos trazer mais benefícios do que dor. Mas isso é porque quando estamos vivendo a dor da separação é difícil ter uma perspectiva de melhora. Eu te amava muito! Até que o barco furou e a gente sumiu da vista uma da outra. A vida é assim: nos acostumamos com a ausência, preenchemos algumas lacunas. Uns com vícios, outros com hobbies, alguns com outras pessoas. Vale usar música, poesia, arte. Cinema. Seriados. Fiz uma playlist cheia de música que eu queria te mandar mas não mandei. Se quiser eu posso te mandar um dia. No dia em que eu percebi que a gente não tinha mais volta eu me senti muito mal. Mas essa intensidade toda foi substituída por doses de sentir que as coisas estavam ok. Mesmo sentindo absurdamente a sua falta e vontade de estar perto. Mas passou. Foi difícil pra você também? Pra mim demorou um pouco, mas eu aceitei.
Significamos algo uma pro outra, você sabe bem o que a gente foi. Eu achei que as coisas duravam a eternidade, mas aí veio o tempo e me provou o contrário. Mas eu gostaria que você soubesse que se fosse comigo por perto talvez você não tivesse tantas conquistas. E eu espero que a falta que fizemos uma para a outra tenha se transformado em algo mais bonito. E que você tenha sentido por outras pessoas coisas muito mais intensas do que o que a gente viveu. E que a sua vivência sem a minha presença tenha contribuído para que você se tornasse alguém melhor também. Porque a vida é assim mesmo. A gente se sente menos devastado com as perdas e vai entendendo que o que vem dos outros é lucro. O que importa é como nos sentimos em relação a nós mesmos.
Desejo do fundo do coração que você se realize e seja uma pessoa completa. Cheia de amigos, cheia de vida e de vontades. Que um dia possa lembrar da gente com algum carinho (mesmo que não me conte). Que as mágoas não sejam os motivos das suas ações (nem das minhas). Que quando a gente olhar para o lado, não sinta a falta da outra e entenda que os caminhos foram diferentes mesmo. E que ao olharmos para o lado e não nos encontrarmos, possamos apenas compreender, aceitar e deixar ir.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s