O importante não é casa onde moro, mas sim a casa que mora em mim.

Faz um tempo que minha vida anda meio de cabeça pra baixo, ou de cabeça pra baixo e meio pra ser mais realista. Ultimamente minha vida têm sido onde eu estou. Sem voltas pra casa e longas caminhadas regadas à muita música. Dorme às 00:00, acorda às 05:00. É importante ressaltar que monótona é uma coisa que ela não anda sendo, e apesar disso, e talvez por causa disso, ando cansada. . Já não importa mais a casa em que moro. Importa a casa que existe dentro de mim. Venho me lapidando a partir do que existe, mas também levando em consideração o que vivi e deixei. Entendo que minha fachada não é somente o reboco visível, mas sim  outros alicerces imperceptíveis aos olhos. Venho abrigando palavras não ditas, caminhos não escolhidos, sonhos não realizados. Aceitando a vida como ela é, cheia de imperfeições, percalços e contradições, desafios e muito chão pela frente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s