Quem diria!

“Você pegou minha mão e me ensinou tanta coisa, e também me prometeu que estaria sempre por perto. Ouvi suas palavras e acreditei em tudo o que você disse. Isso mesmo, eu acreditei em tudo. Se me dissessem hoje que daqui a três anos você não estaria mais aqui, eu me levantaria e os socaria porque eu sei que não vai partir. Eu sei melhor que eles, porque você me prometeu ‘ser para sempre’. Quem diria! Lembra-se de como éramos bobos? Éramos convencidos e descolados. Queria poder tocar-te novamente, queria poder ainda te chamar de amigo, daria qualquer coisa por isso. Se dissessem para eu ser grata por aqueles que não estão por perto, acho que não saberia como agir. Eu estava errada. Eles sabiam melhor do que eu, embora você tenha me prometido ficar sempre por perto. Quem diria! Vou guardar você na minha mente até nos reencontrarmos. Jamais te esquecerei. O que foi que houve? E aquele último beijo, vou guardar no coração até nos reencontrarmos. O tempo dificulta as coisas, mas eu conservo a sua lembrança. Você vem me visitar em meus sonhos. Quem diria?! Eu sinto sua falta.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s