Cellphone

É uma pena não termos outra opção que não seja essa que se apresenta diante de nós dois. É uma pena tudo que temos que fazer para simplesmente podermos ouvir a voz um do outro. Aprendo à duras penas a aceitar aquelas coisas que não posso mudar, e que você também não pode. Mas quando lembro dos poucos minutos que passamos na companhia um do outro, consigo sorrir. Só queria dizer o quão bem me faz ouvir sua voz, saber de você, dizer sobre mim. Queria poder olhar em seus olhos para que você pudesse ver o quanto os meus brilham sempre que ouço o toque daquele celular. Sentar e poder conversar horas a fio, sobre coisas banais e até alguns assuntos mais sérios, não importa. Queria apenas um pouco mais do que isso que a mim é ofertado dia após dia. Obrigada por essa gota diária de felicidade. Por se aventurar comigo a fazer tudo assim, de acordo com as minhas condições. Não sei quanto tempo tudo poderá durar, mas espero que aproveitemos enquanto podemos. Melhor nos arrependermos de termos feito do que o inverso. Não devemos nos privar daquilo que nos faz bem nesta vida. Devemos manter por perto aquelas pessoas que nos fazem sentir vivos. À você, todas as minhas urbanas e interurbanas ligações.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s