As minhas razões.

Escrevo porque cansei de gritar. Escrevo porque cansei de me calar. Escrevo para quem me lê, me enxerga, me inspira e me entende. E também pra quem não se importa. Escrevo porque acredito que minha vida muitas vezes se repete e a minha experiência pode pra alguém, seja como um alerta ou simplesmente para reviver um passado. Escrevo porque sei que somos humanos e que os meus medos e os meia sonhos se misturam aos seus. Não, eu não vivi todas as histórias que escrevo, mas já senti tudo o que existe nelas. Falo sempre de saudade porque tenho muito o que lembrar. As vezes falo de coragem porque a vida me exige isso. Mas falo principalmente de amor, porque já amei, amo e sei que amarei até os meus últimos dias, pois ainda não conheci nesse mundo algo mais imponderável que o amor. Entrego a cada texto a chave do meu baú de lembranças. Talvez alguem encontre dentro dele um ou outro item que lhe pareça familiar. Peço apenas que tentem não se assustar com as minhas cicatrizes. Escrevo porque isso alivia. Escrevo porque me completa. E escrevo, principalmente, para não falar sozinha!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s