Aquela data!

Hoje de manhã olhei o calendário e lá estava ela mais uma vez. Aquela data. Aquele número que sempre me acerta como uma flecha. Uma vez por mês isso acontece. Sei que para a maioria das pessoas não passa de uma data qualquer, mas para mim, já significou muito. Hoje costumava ser o nosso dia, o nosso momento, a nossa data. Costumava ser algo especial, mas o silêncio do celular pela manhã me jogou na cara a realidade de que este não passaria de um dia normal. Um almoço solitário e um almoço sentada no sofá da sala. Ninguém pra dizer que amo e nem pra encher de beijinhos. No lugar disso um dia inteiro imaginando a sua rotina e onde você estaria a cada momento. No fundo sei que não passa de um número bobo em uma folha de papel e que isso não deveria mais mexer comigo. A saudade é o imposto que a vida cobra de quem foi muito feliz por um instante. Então, me libertei e me permiti relembrar o seu sorriso, seu perfume, seu olhar e a forma como seus olhos costumavam brilhar quando encontravam com os meus. Lembrei dos nossos dias e o quanto você me fazia bem. Tentei imaginar como seria se ainda fôssemos nós. Quando foi que o amor que eu achei que seria pra sempre transformou-se em uma triste lembrança do calendário? Acho que nunca conseguirei olhar para esta data como faço para todas as outras. Aquele número ali parece sempre me encarar e dizer “não era pra ser assim“, “não era esse o plano“. Será mesmo? O que eu sei que daqui a pouco o número será outro e, então, terei um mês até que aconteça novamente. O que a mim restou foi suportar essas 24 horas de lembranças. Um dia inteiro pra lembrar aquilo que passo os outros 29 dias fingindo que esqueci.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s